Tem coisa melhor que viajar? Viajar nas férias, viajar a trabalho, viajar para visitar alguém… Viajar é sempre bom. A gente conhece lugares diferentes, pessoas diferentes, costumes diferentes, culturas diferentes. Uma viagem só enriquece a gente.

Pra você se preparar melhor para a sua viagem, nós criamos este post. Aqui você vai ver muitas dicas para economizar tempo e dinheiro na hora de programar a sua viagem. Nós estamos aqui para lhe ajudar. Fique à vontade para dar palpites ou fazer perguntas nos comentários abaixo. Vamos lá.

Tudo o que você precisa para a sua viagem

Veja aqui o que você vai precisar para realizar a viagem com que você tanto sonha:

1. Checklist de viagem
2. Hospedagem
3. Passagens
4. Transfer / Traslado
5. Aluguel de carro
6. Seguro viagem
7. Chip para celular
8. Cartão pré-pago ou dinheiro vivo?
9. Documentos e vistos
10. Aplicativos de viagem
11. E o Inglês?
12. Conta pra gente!

 

1. Faça a sua lista de viagem

É bom fazer uma lista com tudo o que você vai percisar levar na bagagem. Além de roupas, acessórios e eletrônicos, não se esqueça dos documentos e dos remédios de uso pessoal (os remédios são os itens mais fáceis da gente esquecer).

Nós criamos um checklist de viagem bem completo e o oferecemos gratuitamente a todos que assinam a nossa newsletter. Você pode conseguir o seu checklist de viagem grátis preenchendo o formulário abaixo. De quebra, você vai receber as nossas dicas de viagem diretamente no seu email.

Vai viajar?

Use o nosso
CHECKLIST DE VIAGEM

Inscreva-se para receber as nossas DICAS DE VIAGEM no seu email. BÔNUS: Ao se inscrever, nós lhe enviaremos grátis o nosso CHECKLIST DE VIAGEM pra você não se esquecer de nada na hora de fazer as malas.

Alguma coisa aqui não está certa. Por favor tente de novo.

Nada de spam! Política de Privacidade

 

 

2. Reserve a sua acomodação preferida

Agora você vai precisar escolher a sua acomodação, ou seja, um lugar pra ficar. Existem várias opções de hospedagem:

  • Hotel
  • Hostel
  • Bed and Breakfast
  • Pousada
  • Apartamento para temporada
  • Camping

É sempre bom reservar a hospedagem com antecedência, seja diretamente com o estabelecimento ou através de um website especializado em fazer reservas. O melhor site de reservas que nós conhecemos na atualidade é o Booking.com. Nele, você encontra todas as opções de acomodações que citamos aqui.

Quanto você pretende gastar com a sua acomodação? Só você pode responder a essa pergunta. Você vai precisar ter um valor em mente de quanto vai poder gastar com a hospedagem. Para muitos de nós, o preço da diária é o que mais pesa na hora de escolher uma acomodação.

Então vamos lá. Depois de avaliar as características da sua viagem e determinar o limite do seu orçamento destinado aos gastos com hospedagem, veja como você pode encontrar hotéis mais baratos com as nossas dicas abaixo.

 

1 – Melhor site para encontrar hospedagem mais barata – 2018

Existe uma infinidade de sites e aplicativos onde você pode pesquisar e reservar hotéis e hostels: Expedia, Priceline, Travelocity, Hotline, Hotels.com, Tripadvisor, Trivago… Sem falar que de vez em quando surge um site novo que promete tarifas melhores de hotéis e outros tipos de acomodação.

No final das contas, porém, a gente acaba encontrando uma diferença de preços muito pequena entre um site e outro, porque muitos desses sites de reserva pertencem aos mesmos grupos empresariais.

Nós do MeuHostel estamos sempre pesquisando e buscando os melhores sites dedicados a encontrar quartos nos hotéis e hostels mais baratos do mercado. O nosso site preferido no momento é o Booking.com.

 

Booking.com

O Booking já está no mercado há algum tempo e não é à toa que é um dos sites mais recomendados por blogueiros e experts em viagens. Já é bem conhecido dos brasileiros também.

O Booking.com é o melhor site para encontrar ofertas de hotéis e hostels.
O Booking.com é o melhor site para encontrar ofertas de hotéis e hostels.

 

O mais legal do Booking.com é que você pode encontrar ofertas exclusivas que só são oferecidas no site deles. O que realmente ajuda no caso do Booking é a diversidade de pacotes e descontos especiais que a gente só encontra lá. Isso porque o Booking negocia diretamente com cada estabelecimento e isso possibilita vantagens no preço da acomodação.

Por causa da popularidade, a maioria dos hotéis e hostels do mundo estão no Booking. Você encontra acomodações para todos os gostos: hotéis, hostels (albergues), pousadas, bed and breakfast, etc.

Veja você mesmo a variedade de opções de acomodações que o Booking oferece nessa página.

Ou experimente fazer uma busca usando o formulário abaixo:



 

2 – Falando a nossa língua: sites de reservas de hotéis em Português

Hoje em dia, praticamente todos os sites de reservas de hotéis têm uma versão traduzida para o Português. Está certo que às vezes a gente vê erros na tradução ou o Português deles soa um pouco estranho e até engraçado.

Mas se você quiser se sentir, digamos, mais em casa, uma boa opção é o Decolar.

Decolar.com

O Decolar é a versão brasileira de um site argentino chamado Despegar e é um dos sites preferidos dos brasileiros. A vantagem é que no Decolar você faz tudo em um só lugar: reserva hotéis, compra passagens aéreas, faz reserva de aluguel de carros, reserva transfers, contrata seguro viagem.

O problema com o Decolar? Os preços nem sempre são os melhores. Nós gostamos de economizar na viagem. Então a ordem aqui é pesquisar bem antes de fechar o pacote.

 

3 – E se você precisar de um hotel barato na última hora?

Existem situações em que é preciso reservar um quarto de hotel na última hora. Pode ser por causa de uma viagem inesperada, pode ser que você seja do tipo aventureiro, daqueles que não gosta de planejar tudo antes. Ou pode ser também por algum motivo inesperado: reserva cancelada, overbooking do hotel, etc.

Booking.com (de novo eles) oferece aos hotéis a possibilidade de listar tarifas promocionais para reservas feitas para o mesmo dia. Então vale a pena checar o site ou o aplicativo deles.

O Hoteltonight é um outro app de viagem muito legal que lista os hotéis com diárias promocionais para aquele mesmo dia (tonight = hoje à noite).

Precisa de um hotel na última hora? O HotelTonight é um aplicativo que pode salvar a sua pátria.
Precisa de um hotel na última hora? O HotelTonight é um aplicativo que pode salvar a sua pátria.

O aplicativo é muito útil, principalmente se você estiver na América do Norte ou na Europa (infelizmente o Hoteltonight ainda não tem opções para cidades brasileiras).

E por falar em aplicativos…

 

4 – Melhores apps para reservas de hotéis – 2018

Os apps facilitam a busca de hotéis e hostels mais baratos, por causa da mobilidade. Você vai precisar de um smartphone ou tablet conectado à internet, e o devido aplicativo instalado.

Quase todos os sites que fazem reservas de hotéis têm o seu próprio app. Nós listamos abaixo os melhores aplicativos para reservar hotéis e hostels, que oferecem a maior variedade de opções e que são mais fáceis de usar:

 

Booking

Booking - Melhor App para Reservar HospedagemO Booking é o melhor app de reservas de hospedagem pela variedade de opções e pelas promoções de última hora. Depois de selecionar a melhor opção, você pode concluir a reserva no próprio aplicativo, ao contrário daqueles aplicativos “buscadores” (veja logo abaixo).

Download: Android | IOS

 

Trivago e Skyscanner

Trivago e Skyscanner estão entre os melhores apps de buscas de tarifas de hotéis porque são fáceis de usar e porque eles pesquisam preços em vários sites de reservas (o que lhe dá uma maior variedade de opções e também economiza tempo). Ao clicar na opção desejada, você é direcionado ao site onde a oferta está publicada para poder concluir a reserva.

 

5 – Já pensou em uma hospedagem alternativa?

Muitas vezes os preços dos hotéis não encaixam no orçamento da nossa viagem. Ainda bem que existem formas de hospedagem alternativas que são mais baratas que hotéis. Vamos a algumas delas:

 

Quer economizar? Fique em hostels

Ficar hospedado em hostels (ou albergues) sai bem mais barato do que se hospedar em um hotel. Além disso, hostels se caracterizam por promover a socialização entre os hóspedes. É comum um hostel oferecer áreas sociais e organizar eventos e passeios. Tudo isso ajuda a gente a fazer novas amizades e se divertir junto com outros viajantes.

Hostels são uma opção bem econômica de hospedagem.
Hostels são uma opção bem econômica de hospedagem.

Aliás, hostels são uma das nossas especialidades. Veja as diferenças entre hostels e hotéis e tudo mais que você precisa saber sobre hostels no nosso post: O Que É Um Hostel. Você pode reservar um hostel no Booking.com.

Nós também avaliamos os melhores hostels de alguns dos destinos mais procurados pelos brasileiros. Veja os nossos reviews de hostels na nossa página Os 5 Melhores Hostels de Cada Lugar no Brasil e no Mundo.

 

Reserve o seu próximo hostel aqui!

 

Airbnb: uma casa longe de casa

Se você prefere se hospedar em um ambiente mais aconchegante, mais parecido com a sua casa, alugar um apartamento por curta temporada pode ser a solução. A vantagem é que o apartamento geralmente vem equipado com tudo o que você precisa. Vale mais a pena em viagens com a família ou com um grupo de amigos.

Também não faltam sites que se especializem em aluguel de apartamentos por temporada. A melhor opção é o já bastante popular Airbnb. O site reúne proprietários (os chamados anfitriões) e viajantes. Leva créditos pela versão do site em Português, muito bem feita.

 

Atenção para esses cuidados na hora de reservar um hotel

  • Taxas e impostos: fique de olho e verifique se há taxas extras (por exemplo taxa de reserva) e se a tarifa inclui ou não os impostos devidos. Nem sempre os sites de reservas incluem os impostos no preço da estadia.
  • Política de cancelamento: também fique atento à política de cancelamento do site onde você fez a reserva e também a política do hotel. Fique atento: de forma geral, tarifas promocionais exigem que o pagamento seja efetuado antecipadamente e não são reembolsáveis.
  • Minimum stay: verifique se o hotel que você escolheu exige que você reserve um número mínimo de noites, o que é conhecido como “minimum stay”. Muitos hotéis não reservam uma noite só, principalmente se a tarifa for promocional ou se você estiver tentando reservar durante períodos de feriados ou fins de semana.

 

3. Compre a sua passagem aérea

Se você está buscando uma maneira de comprar passagens aéreas baratas, prepare-se. Não é uma tarefa das mais fáceis. Para piorar, os preços das passagens de avião mudam o tempo todo e muito rapidamente, dependendo da demanda.

Confira aqui as nossas dicas para encontrar passagens aéreas mais baratas e para que esse processo seja um pouco menos chato.

1 – O preço da passagem aérea depende de onde você compra

Nós estamos sempre buscando pelos melhores sites de reservas de passagens aéreas. Na nossa opinião, os sites que recomendamos abaixo são os que estão mostrando as melhores tarifas atualmente:

 

Momondo

O Momondo é um site incrível! Um blogueiro de viagem amigo meu me mandou um tweet com uma mensagem dizendo: “Veja isso: momondo. Como eles conseguem?” Cliquei e me viciei.

Uma coisa legal do Momondo é que ele mostra uma barra na parte de cima da tela com datas alternativas. Se você for flexível com as datas da sua viagem, basta clicar em um dia diferente de partida ou retorno e o Momondo lhe mostra as tarifas daquele dia.

No Momondo você pode mudar as datas de partida e de retorno para encontrar as passagens aéreas mais baratas
No Momondo você pode mudar as datas de partida e de retorno para encontrar as passagens aéreas mais baratas

 

Voopter

Além de ser um site super-fácil de usar, o Voopter tem uma função bem legal: você pode criar alertas. Funciona assim: você escolhe a sua rota e indica o valor máximo que está disposto a pagar. O Voopter lhe vai enviar um alerta por email quando encontrar os vôos com as características e preços que você requisitou.

Vale lembrar que, assim como o Momondo, o Voopter é apenas um buscador de tarifas e o site não emite as passagens. Mas ajuda muito a encontrar passagens aéreas mais em conta, principalmente entre as companhias que operam no Brasil.

 

Crie alertas no Voopter para encontrar passagens aéreas mais baratas
Crie alertas no Voopter para encontrar passagens aéreas mais baratas

 

2 – Seja flexível com datas e horários

Os preços das passagens de avião variam muito dependendo da época em que você vai viajar. As passagens aéreas ficam mais baratas se você:

  • Viajar nos dias de semana: passagens são mais caras nos finais de semana. Prefira, por exemplo, voar numa segunda-feira à tarde e voltar numa quinta-feira. Um dia de diferença pode significar uma economia enorme.

 

  • Viajar no meio do dia: em geral, mais pessoas voam à noite ou de manhã bem cedo. Por isso sai mais barato voar à tarde.

 

  • Viajar na baixa temporada: as altas temporadas para nós, brasileiros, são Janeiro, Fevereiro, Junho e Julho, por causa das férias escolares. Nesses meses as passagens são mais caras. Depende muito também do seu destino. Por exemplo, Agosto é alta temporada em Nova York, por isso os preços das passagens para NY nessa época são mais altos.

 

  • Viajar fazendo escalas: vôos sem escalas são mais caros. Se você não tem problemas em fazer uma ou mais escalas e não tem pressa em chegar, prefira os vôos com escalas, que são mais baratos.

 

  • Viajar por companhias aéreas diferentes: ir e voltar pela mesma companhia pode sair mais caro. Já vivi isso na prática. Por outro lado, se você escolher companhias diferentes em algum dos trechos da sua viagem, o preço final da sua passagem pode ficar mais em conta. Mas atenção: reservar cada trecho separadamente pode sair mais caro no final. Para tentar economizar mesmo, compre ida e volta juntas, mas usando companhias aéreas diferentes em cada trecho.

 

3 – Descubra a hora certa de comprar a passagem

A não ser que você encontre uma daquelas ofertas imperdíveis, vale a pena esperar um pouquinho para comprar uma passagem aérea mais barata. Pelo que já vi, o melhor é comprar a passagem no período entre 6 e 8 semanas antes da data da viagem. Para viagens internacionais, compre com um pouco mais de antecedência (3 a 4 meses).

Porém… se você for viajar durante a alta temporada, o melhor é comprar mesmo com bastante antecedência. A tendência dos preços é só subir durante a alta temporada.

 

4 – Participe de um programa de milhagem

Funciona assim: primeiro você se cadastra no site da companhia aérea para participar do programa de milhagem deles. Depois, toda vez que viajar por aquela companhia você vai ganhar milhas ou pontos, que vão se acumulando.

Cada programa tem suas próprias regras. Mas quando você já acumulou uma certa quantidade de milhas, você vai poder utilizá-las em troca de descontos na compra de passagens aéreas ou para fazer um upgrade de classe (passando da econômica para a executiva, por exemplo). Para resgatar as suas milhas, você provavelmente terá que comprar a passagem diretamente com a companhia aérea.

Os principais programas de milhagem em vigor no Brasil hoje são:

Participe de um programa de fidelidade. Acumule milhas e troque por descontos, upgrades ou até passagens grátis.
Participe de um programa de fidelidade. Acumule milhas e troque por descontos, upgrades ou até passagens grátis.

Outra maneira de acumular milhas é usar um cartão de crédito que seja vinculado a um programa de milhagem. Cada vez que você usa o cartão, você ganha pontos que podem ser convertidos em milhas. Verifique com a operadora do seu cartão.

 

5 – Compre passagens para uma pessoa de cada vez

Esta dica é para quem vai viajar acompanhado. Primeiro pesquise o preço da passagem para uma só pessoa. Acredite: muitas vezes as passagens aéreas são mais caras quando a gente pesquisa preços para grupos de duas ou mais pessoas.

Isso acontece porque aqueles sites buscadores e os sites das companhias aéreas, em geral, mostram o preço mais alto possível para um grupo de duas ou mais pessoas que estejam viajando JUNTAS.

Nem sempre funciona, vai depender da companhia aérea e do site onde você estiver fazendo a busca. Mas você tem boas chances de economizar um pouco se comprar cada passagem separadamente. Depois, na hora de escolher os assentos, você poderá tentar colocá-los juntos. Nem sempre dá pra ficar todo mundo junto, mas é mais uma dica para quem realmente quer economizar.

 

Mais dicas e lembretes para comprar passagens aéreas:

  • Ao comprar uma passagem aérea, você estará assinando um contrato com a companhia aérea. Fique de olho nas regras. Leia tudo, principalmente sobra a política de cancelamento. Tarifas promocionais costumam não ter reembolso em caso de cancelamento.
  • Fique atento aos custos extras, como serviço de bordo e, principalmente, não deixe de checar o custo da bagagem despachada.

 

 

4. Reserve o traslado do aeroporto

Traslado, ou transfer, é o transporte desde o aeroporto até o hotel e vice-versa. Muita gente esquece de reservar o transfer e acaba pagando uma pequena fortuna em táxis.

As opções de traslados são muitas e vão variar de acordo com o local que você estiver visitando. Nós tentamos incluir aqui as principais formas de transfers que nós conhecemos, baseado no que já vimos nas nossas andanças pelo mundo afora. Vamos lá:

1 – Shuttle

O shuttle é uma opção bem econômica de transfer. O shuttle é uma van ou ônibus que é compartilhado por vários passageiros. O preço é cobrado por pessoa, e sai bem mais em conta que pegar um táxi, por exemplo.

O shuttle faz várias paradas, deixando cada passageiro na porta do seu hotel. O mesmo acontece na volta, ou seja, ele para em vários hotéis recolhendo os passageiros e depois segue para o aeroporto.

Além do custo ser mais baixo, o shuttle tem outras vantagens:

  • Capacidade: se você estiver viajando em grupo ou com a família, você pode até reservar a van inteira. Além de economizar no preço, você também ganha tempo, já que o shuttle não terá que fazer outras paradas.
  • Conveniência: o shuttle é um serviço compartilhado de porta-a-porta. A van leva você do terminal do aeroporto até a porta do hotel. O mesmo acontece no caminho inverso, do hotel até o aeroporto. Isso ajuda muito quando a gente tem muita bagagem.

Mas, como nem tudo são flores, o shuttle também tem suas desvantagens:

  • Demora: como a van é compartilhada, no trajeto vindo do aeroporto, o mais provável é que cada passageiro tenha um destino diferente. Isso quer dizer que o shuttle vai fazer muitas paradas. Se você for um dos últimos a ser entregue, vai acabar fazendo um “tour obrigatório” da cidade antes de chegar ao seu destino, o que vai levar um tempinho.
  • Possíveis atrasos: na volta para o aeroporto, o shuttle vai fazer várias paradas também até recolher todos os passageiros. Dependendo do trânsito e da pontualidade dos outros passageiros, pode ser que haja algum atraso. É por isso que as companhias que operam os shuttles costumam marcar para recolher os passageiros com bastante antecedência.

Veja como buscar e reservar um shuttle:

Viator

O Viator é um site muito legal, onde você pode fazer reservas de passeios, tours, ingressos e outras atividades. Mas você também pode reservar transfers se o serviço existir na sua cidade-destino.

Para contratar um transfer usando o Viator, entre no campo de busca a palavra “traslado” ou “transfer” e o nome da cidade. O site vai mostrar todas as opções de traslados disponíveis. Veja como é fácil reservar o shuttle nesse site.

Transfer de partida e de chegada usando Viator
O Viator é um bom site para reservar o transfer de chegada ou o transfer de partida.

 

Super Shuttle

O Super Shuttle é uma companhia que opera shuttles nas grandes cidades dos Estados Unidos e em algumas cidades da Europa, Canadá e México, como Londres, Amsterdã, Paris, Montreal, Toronto, Vancouver, Cancun e Los Cabos.

Você reserva pela internet nesse site. Você vai precisar das informações do seu vôo. Após o pagamento, é bom imprimir o voucher. Ao desembarcar no aeroporto, vá em direção ao local onde se pega o transporte público (“ground transportation”) e procure por um representante da empresa. Eles costumam estar vestidos de azul e o uniforme deve dizer “Super Shuttle”.

O Super Shuttle oferece também outros tipos de traslados. Você pode, por exemplo, fechar uma van inteira por um determinado número de horas ou para ir de onde você está hospedado até alguma atração da cidade. Bom para quem está viajando em grupo.

O Super Shuttle oferece traslados em vans compartilhadas por vários passageiros.
O SuperShuttle oferece traslados em vans compartilhadas por vários passageiros.

 

2 – Táxis

Na maioria das vezes, pegar um táxi é a opção mais rápida e mais fácil para um traslado, mas táxis podem facilmente ser o meio mais caro de locomoção em uma viagem. Lembre-se que os aeroportos costumam ficar afastados do centro da cidade e andar de táxi pode sair caro.

Em aeroportos mais movimentados, pegar um táxi envolve entrar em uma fila e aguardar que o despachante lhe encaminhe para um táxi que esteja livre. Em geral, os preços das corridas são pré-determinados, dependendo do seu destino.

  • Atenção: Cuidado com os táxis clandestinos! É muito comum encontrar pessoas oferecendo transporte no saguão do aeroporto. Já fiquei sabendo de casos de aproveitadores que cobraram um preço absurdo daqueles viajantes mais desavisados. Siga as placas e procure sempre pelos táxis oficiais.

 

3 – Uber e Lyft: melhor e mais barato que táxi

Se os preços dos táxis não cabem no seu orçamento, uma boa alternativa para o traslado pode ser um motorista particular que você  pode chamar usando um aplicativo como o Uber.

A principal vantagem de se usar um aplicativo como o Uber é a tarifa mais em conta. Você pode economizar até 20% no preço da corrida, comparando com as tarifas dos táxis convencionais. Você vai precisar de um smartphone com acesso a internet e o aplicativo instalado. Veja outras vantagens desse serviço:

  • Você pode escolher entre viagem compartilhada, econômica ou de luxo, dependendo do seu orçamento. Viagem compartilhada é a opção mais barata, mas pode demorar um pouco mais pra você chegar até o seu destino.
  • O aplicativo lhe informa o tempo de espera e também o custo estimado da viagem.
  • Os carros são bem conservados e os motoristas são atenciosos.

Por outro lado, é bom saber que o preço varia de acordo com a demanda. Se houver uma procura muito grande de viagens na região em que você estiver, o valor da tarifa vai subir e pode até se igualar ou superar a tarifa cobrada pelos táxis.

Os melhores aplicativos para esse tipo de serviço são o Uber, que funciona em mais de 600 cidades do mundo, e o Lyft, que funciona muito bem nos Estados Unidos. Visite o site do Uber ou faça o download do app aqui: Android | IOS. O aplicativo do Lyft você pode baixar aqui: Android | IOS.

 

4 – Ônibus e Metrô

Todo aeroporto deve oferecer pelo menos uma opção de transporte público, além dos táxis. Quase sempre há um ônibus especial que liga o aeroporto ao centro da cidade, o que em algumas cidades também é chamado de “shuttle”. Basta seguir as placas e ir em direção ao local onde fica o transporte público (“ground transportation”).

Em geral, não é preciso reservar com antecedência. Esses ônibus funcionam em intervalos de tempo regulares. Basta comprar o ticket no local mesmo e pegar o próximo ônibus.

Esses shuttles não param em qualquer lugar. Geralmente vão direto até o centro da cidade. Ao descer do ônibus, leve em consideração que você também terá que fazer o traslado desde o ponto da parada do ônibus até o hotel ou hostel. Se não der para caminhar, você vai ter que pegar um táxi, metrô ou até um outro ônibus.

Dependendo da cidade, o metrô também pode ser uma opção. Em Nova York, por exemplo, é possível fazer o traslado entre o aeroporto JFK e Manhattan por menos de $10. O metrô faz integração com o Airlink, que é um trem de superfície que conecta os terminais do aeroporto à estação de metrô mais próxima.

O metrô pode ser uma opção de traslado em cidades como Nova York, mas fique de olho nos horários e mudanças no serviço à noite e nos finais de semana.
O metrô pode ser uma opção de traslado em cidades como Nova York, mas fique de olho nos horários e mudanças no serviço durante a noite e nos finais de semana.

 

Mais dicas sobre traslados e transfers

  • Alguns hotéis e também alguns hostels oferecem transfer gratuito. Verifique com o hotel ou hostel onde você tem reserva. É o caso de vários hostels de Miami, como você pode ver nos nossos reviews na página Os 5 Melhores Hostels de Cada Lugar no Brasil e no Mundo.
  • No Brasil, é bom dar uma olhada no site do aeroporto onde você vai embarcar ou desembarcar. É no site do próprio aeroporto que você vai encontrar informações sobre opções de transporte público.
  • Outra opção para o transfer é alugar um carro no aeroporto. Vamos falar de aluguel de carros em seguida. Continue lendo.

 

 

5. Gosta de dirigir? Alugue um carro

Pode ser que você prefira ir dirigindo até o seu destino. Ou pode ser que você queira ter o gostinho de dirigir na estrada de um outro país. E ter um carro à disposição dá aquela liberdade pra você ir onde quiser e quando quiser.

Você pode reservar e alugar um carro na Rentcars. A princípio, alugar um carro parece ser mais complicado do que realmente é. Depois de alugar um automóvel pela primeira vez, a gente descobre que não é tão difícil quanto parece. Vamos ver como é esse processo, passo a passo:

1 – O que você precisa para alugar um carro

Para alugar um carro no Brasil você precisar ter pelo menos 21 anos de idade e 2 anos de carteira de habilitação. Mas algumas locadoras até autorizam o aluguel a menores de 21, desde que tenham contratado um seguro especial.

Já para alugar um carro no exterior, em geral é preciso ter mais de 25 anos.

Na hora de retirar o carro você também vai precisar ter um cartão de crédito no seu nome com limite suficiente para um depósito de garantia. O valor do depósito varia dependendo da locadora e do modelo do carro que você alugar.

 

2 – Quais os documentos necessários para alugar um carro?

Você vai precisar da sua Carteira Nacional de Habilitação (CNH) válida. Ela pode ser usada inclusive para alugar carros no exterior. Alguns países, porém, também exigem a Permissão Internacional para Dirigir (PID), que você pode conseguir no Detran do seu Estado.

Para dirigir nos países do Mercosul, além da PID, você terá que contratar o seguro Carta Verde, que cobre danos pessoais e materiais causados a terceiros. Verifique com a sua seguradora se o seguro Carta Verde é oferecido. Você também poderá checar com a própria locadora se eles oferecem esse seguro.

 

3 – Como funciona o seguro para carro alugado?

Quando você aluga um carro, é comum já vir com o seguro básico, chamado Collision Damage Waiver (CDW).

Porém, o ideal é contratar um seguro total que inclua o Theft Protection (TP), contra furtos, e o Liability Insurance (LI) ou Extended Protection (EP), que cobrem danos a veículos ou propriedade de terceiros. Contrate sempre o seguro total. Vale a pena a despesa extra, para ficar mais tranquilo, em caso de haver algum acidente.

 

4 – Reserve e alugue o carro com antecedência

É possível (e recomendável) reservar o aluguel do carro com antecedência. Já reparou como os preços de passagens aéreas e hotéis variam constantemente? Com o aluguel de carros acontece o mesmo: os preços variam de acordo com a demanda.

Outro motivo para reservar o automóvel com antecedência é a garantia de disponibilidade. Se você deixar para alugar diretamente no balcão, pode ser que você não encontre o modelo de carro que deseja.

 

5 – O melhor site para fazer reservas de carro

Rentcars

Na nossa opinião, o Rentcars é hoje o melhor site para pesquisar e comparar preços entre as locadoras de automóveis. É bem abrangente, com um grande número de fornecedores. A cobrança é em Real, mesmo se você estiver alugando o carro em um país estrangeiro.

Alugar um carro pelo Rentcars é muito fácil e o pagamento pode ser facilitado.
Alugar um carro pelo Rentcars é muito fácil e o pagamento pode ser facilitado.

 

E mais: mesmo se estiver alugando um carro no exterior, você vai poder pagar pela locação online, no próprio site, o que quer dizer que você não terá que pagar o IOF, que atualmente é de 6.38%, além de garantir o valor da moeda estrangeira do dia.

 

 

DICA: Uma outra grande vantagem de alugar um carro pelo Rentcars é que, em alguns casos, você pode parcelar o pagamento em até 12 vezes ou até pagar por boleto bancário.

Para ver todas as opções de aluguel de carros visite a página do Rentcars.

 

6 – Qual carro eu vou receber?

Quando você reserva um veículo online ou por telefone, você está reservando um carro que pertence a uma determinada categoria: econômico, compacto, intermediário, standard, full-size, etc. O modelo do carro pode variar e a gente não tem como garantir um determinado modelo com antecedência.

O que é garantido é a categoria que a gente reserva. Portanto, não se guie somente pelas fotos que o site mostra.

Na hora de alugar um carro, você vai escolher a categoria. O modelo do carro depende da disponibilidade.
Na hora de alugar um carro, você vai escolher a categoria. O modelo do carro vai depender da disponibilidade. (Os preços mostrados aqui são apenas para ilustração).

 

7 – Revise o carro de ponta a ponta

Ao receber o veículo, verifique a lataria, os pneus, o estepe e o interior. Confira também a documentação do veículo. Se alguma coisa parece não estar de acordo, aponte os problemas ao funcionário da locadora e tire fotos por precaução.

 

8 – E a gasolina?

Via de regra, você deverá retornar o veículo com a mesma quantidade de gasolina que havia no tanque quando você o recebeu. Algumas locadoras vão entregar o carro com o tanque cheio, outras com o tanque pela metade, outras com apenas um quarto de tanque.

Às vezes é possível pagar uma taxa extra para não ter que encher o tanque de novo antes de retornar o veículo. Já é uma coisa a menos para fazer e evita a correria antes de entregar o carro. Mas se esse não for o seu caso, não esqueça de preencher o tanque até o nível exigido. Se você entregar o carro com menos gasolina do que deveria, a locadora poderá cobrar pela gasolina que faltou a um preço bem mais alto que nos postos de abastecimento.

  • Importante: não se esqueça de abastecer com o tipo correto de combustível (gasolina, diesel, etc).

 

9 – Fique de olho na quilometragem

Quando você aluga um carro, você vai ter a opção de escolher quilometragem livre ou quilometragem controlada:

  • Com a quilometragem controlada, você paga um valor pela diária mais um valor para cada quilômetro (ou milha) rodados.
  • Com a quilometragem livre, você pode rodar o quanto quiser. É claro que nesse caso o preço da diária do carro fica um pouco mais alto.

Faça as contas de quantos quilômetros ou milhas pretende rodar, e decida pelo plano mais vantajoso no seu caso.

 

10 – O que fazer se o carro apresentar um defeito ou se envolver em um acidente?

Em caso de acidente ou defeito no carro, siga as instruções passadas pela locadora. É bom perguntar no balcão na hora de pegar o carro sobre o que fazer em caso de emergência e também ler o contrato.

Tenha sempre acessível o número de telefone de emergência oferecido pela locadora. O primeiro passo em caso de emergência é contatar a locadora. No caso de acidentes, você vai precisar fazer um boletim de ocorrência policial. Da mesma forma, se acontecer um roubo ou furto do veículo, procure a delegacia de polícia mais próxima para registrar a ocorrência e avise a locadora de veículos imediatamente.

 

11 – Taxas extras podem fazer muita diferença

Quando a gente reserva um carro pela internet, em geral já estão incluídos a quilometragem livre, o seguro básico, as taxas administrativas e os adicionais que você escolheu: GPS, cadeirinha, seguro total, etc. Outros itens opcionais poderão ser oferecidos a você no momento de retirada do carro e fica a seu critério aceitar ou não.

No exterior, pode have cobrança de taxas e impostos locais, que não estão incluídos no valor inicial contratado e são pagos diretamente à locadora. Dependendo da localidade, esses impostos são calculados por cada dia de locação e a transação só será concluída quando você devolver o veículo.

 

6. Garanta-se com um bom Seguro Viagem

Seguro viagem é indispensável. Imprevistos podem acontecer e a dor de cabeça é ainda pior quando a gente não tem seguro viagem. O seguro ajuda muito com despesas médicas de urgência, visitas inesperadas ao dentista, cancelamento de vôos e extravio de malas. Não dá pra viajar sem seguro, principalmente se a viagem for para o exterior.

Existem várias companhias seguradoras de confiança que se especializam em seguro viagem. Para não perder tempo e garantir o melhor preço possível, nós recomendamos que você pesquise pelo site do Seguros Promo.

Em geral as coberturas de um seguro viagem incluem o seguinte:

  • Assistência médica em casos de doenças ou acidentes: é como se você tivesse um plano de saúde temporário, durante o tempo em que você estiver viajando. E pode cobrir também os medicamentos necessários.
  • Assistência odontológica: em caso de emergência, o seguro viagem pode cobrir despesas com dentista.
  • Indenização em situações específicas como cancelamento de vôo e perda de bagagem.
  • Apoio em outras situações imprevisíveis como eventuais problemas jurídicos e traslado de corpo, em caso de morte.

1. Quem precisa de um seguro viagem?

Resposta rápida: todo viajante bem precavido. Sério, o seguro viagem é um investimento que deve fazer parte do orçamento da sua viagem. É um gasto pequeno, principalmente se for comparado às despesas que você teria se houvesse algum imprevisto.

Seguro viagem é ainda mais importante para quem vai ficar muito tempo fora, como no caso de alguém que vai estudar no exterior. Quem vai fazer intercâmbio também não deve se esquecer de contratar um seguro viagem com uma boa cobertura médica e que seja válido por todo o tempo em que estiver fora.

E se você estiver planejando viajar para a Europa, atenção: os 27 países europeus que integram o Tratado de Schengen exigem que o turista tenha um seguro viagem com cobertura mínima de 30 mil Euros.

São eles: Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Hungria, Itália, Irlanda, Islândia, Letônia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Noruega, Polônia, Portugal, Reino Unido, República Tcheca, Romênia, Suécia e Suíça. Outros países como Cuba e Austrália também fazem exigências parecidas.

 

2. Como funciona o seguro viagem?

Os seguros de viagem funcionam em um sistema de reembolso: você paga do seu próprio bolso as despesas que tiver com o imprevisto. Quando voltar para casa, você entra em contato com a seguradora, envia todos os recibos e a seguradora faz o reembolso, dentro dos limites que constam no contrato.

Existem também as chamadas assistências de viagem, que funcionam de uma maneira diferente: a seguradora vai lhe informar o local ou estabelecimento onde você receberá o atendimento. Você não vai precisar desembolsar nada. O pagamento é feito pela seguradora diretamente ao hospital ou médico indicado por eles.

Hoje em dia, muitos seguros viagem são na verdade um combo de seguro viagem e assistência viagem. Essa opção é a ideal, para que você possa ter uma flexibilidade maior no caso de precisar de atendimento.

E se você precisar acionar o seguro? Primeiro entre em contato com a seguradora. Ligue para o número de telefone fornecido pela seguradora e eles vão te indicar qual o melhor procedimento na sua situação. Eles poderão indicar o hospital ou médico mais próximo, dentistas que atendam emergências, além de lhe ajudar a resolver imprevistos, como bagagem extraviada, por exemplo. A seguradora é quem vai lhe instruir em como proceder.

 

3. Como contratar um seguro viagem?

Você vai poder contratar o seu seguro de viagem online, diretamente no site da companhia seguradora de sua preferência.

Essas são outras maneiras de contratar o seguro viagem:

  • Em agências de turismo, muitas vezes já incluído em um pacote de viagem. Apesar de estarmos vivendo na era digital, a gente ainda encontra agências de turismo no Brasil.
  • Através da companhia aérea ou naqueles sites de reservas de passagens, onde é comum que outros produtos sejam oferecidos aos usuários do site, dentre eles o seguro de viagem. Mas fique de olho nos preços.
  • Em bancos que oferecem seguros.
  • Através do seu cartão de crédito. Muitos cartões de crédito internacionais inclusive já vêm com seguro viagem, mas as coberturas costumam ser muito limitadas.
  • Em um site de buscas especializado em seguros de viagem, como o Seguros Promo. Aliás, isso é o que eu faço hoje. Eu cansei de ficar pesquisando preços em vários sites diferentes. De alguma maneira, eu reparei também que fica mais barato contratar o seguro viagem pelo Seguros Promo. Mais detalhes a seguir.

 

4. O melhor seguro de viagem em 2018

Seguros Promo

O Seguros Promo faz cotações de seguros de viagem das seguintes seguradoras: Assist Card, SulAmerica, GTA, Travel Ace, Affinity, April Coris, Intermac e Assist Med.

Cada uma dessas seguradoras tem seus próprios planos, com coberturas variadas e preços também variados. Dentre elas, a Assist Card se destaca, principalmente pelo bom atendimento. Em uma pesquisa feita pelo site Melhores Destinos, a Assist Card estava entre os seguros mais contratados e mais bem avaliados entre os leitores daquele site.

Depois de escolher e contratar o plano de seguro viagem que melhor atende as suas necessidades, você receberá a apólice por email. Eu recomendo que você imprima a apólice do seguro e traga com você durante a sua viagem.

Vantagens do Seguros Promo:

  • Preços mais baixos: o Seguros Promo negocia preços exclusivos diretamente com as seguradoras.
  • Pagamento facilitado: o pagamento pode ser parcelado, sem juros. Também é possível comprar com boleto bancário, e, nesse caso, a gente ainda tem 5% de desconto.
  • Cancelamento sem custos: é possível cancelar o seguro até dois dias úteis antes do embarque e o reembolso é total.
  • Atendimento em Português: todas as seguradoras com quem o Seguros Promo trabalha oferecem atendimento em Português, 24 horas por dia.

Dica: Visitantes do MeuHostel têm desconto de 5% na compra de um seguro viagem pelo Seguros Promo. Use o cupom de desconto: MEUHOSTEL5Faça uma cotação e veja as suas opções de seguro viagem aqui:

 

7. Mantenha o contato enquanto viaja

Hoje em dia não dá pra viajar sem ter uma forma de manter o contato com o resto do mundo. Antes de viajar, é bom planejar uma maneira de conectar-se à internet e também fazer ligações telefônicas. Veja as melhores opções para se conectar enquanto estiver viajando:

1 – Plano de roaming internacional

O plano de roaming internacional pode ser contratado diretamente com a operadora de celular com a qual você já tem contrato de serviço. Basta ligar para a sua operadora ou visitar o site deles e escolher e contratar o plano de roaming internacional que melhor lhe atende, pelo período em que você vai estar viajando.

Vantagens do roaming internacional:

  • Fácil de ativar. Pode ser feito por telefone ou pelo site da operadora.
  • Você mantém o seu número de telefone do Brasil durante a viagem.

Desvantagens do roaming internacional:

  • Preço! Varia muito de operadora para operadora, mas sem dúvida o roaming é a opção mais cara. Se o preço que a operadora cobra não cabe no seu orçamento, então o melhor é desativar a opção de dados do celular e usar um chip local ou internacional.

 

2 – Chip local

Ao chegar no seu destino, procure uma loja que venda chips para celulares. Dependendo de onde você estiver, isso pode ser uma loja oficial de uma operadora local, uma loja de eletrônicos ou pode ser até uma farmácia ou mercadinho.

Se você escolheu o chip local como opção para se conectar durante a sua viagem internacional, aqui vão duas dicas para economizar:

  • Evite comprar chips em aeroportos. Em geral, os chips vendidos nos aeroportos são bem mais caros que em qualquer outro lugar.
  • Fique de olho em planos promocionais para turistas oferecidos pelas operadoras no seu destino. Nos Estados Unidos, por exemplo, no momento em que este post foi publicado, a T-Mobile oferecia um plano de 3 semanas a partir de $30. O plano incluia internet, voz (ligações locais) e mensagens de texto, chip (simcard) grátis e sem taxa de ativação.
Loja da T-Mobile em Nova York anuncia plano de chip local para turistas.
Loja da T-Mobile em Nova York anuncia plano de chip local para turistas.

 

3 – Chip internacional

Se você estiver viajando para o exterior, uma solução é comprar um chip internacional ainda no Brasil. Daí, ao chegar ao seu destino, você encaixa o chip no seu celular desbloqueado e pronto, já tem internet funcionando.

Você só precisa ter um smartphone desbloqueado. O chip, ou simcard, é entregue no seu endereço no Brasil, portanto você já sai do Brasil com ele nas mãos. Ao chegar ao seu destino, você encaixa o simcard no seu celular e pronto.

Existem várias companhias que oferecem esse tipo de serviço. Na nossa opinião, as melhores empresas que fornecem planos de chip global são a EasySIM4you e a Travel Mobile. Veja as diferenças entre elas:

EasySIM4U

A EasySIM4U é uma empresa afiliada à T-Mobile. Ela oferece planos de voz e internet para quem viaja para os Estados Unidos e Canadá. Para o resto do mundo, a EasySIM4U oferece planos de acesso à internet. Conheço muita gente que usou e gostou do serviço. A conexão é bem rápida.

Os chips internacionais da EasySIM4you são uma boa opção para usar o celular nos Estados Unidos.
Os chips internacionais da EasySIM4you são uma boa opção para usar o celular nos Estados Unidos.

Uma outra vantagem muito legal desse chip (e que funciona muito bem) é a função roteador. Essa função transforma o seu celular em um roteador de wi-fi. Assim, você pode expandir o sinal de internet para conectar seus outros dispositivos (tablet, laptop) e para que outras pessoas que estejam viajando com você compartilhem o seu sinal de internet.

Para comprar o seu chip visite o site da EasySIM4U.

 

Travel Mobile

Para quem vai viajar para a Europa, Ásia ou países da América Latina e precisa fazer chamadas telefônicas e usar a internet enquanto viaja, a Travel Mobile pode ser a melhor opção.

É muito fácil comprar um chip global pelo site da Travel Mobile.
É muito fácil comprar um chip global pelo site da Travel Mobile.

Primeiro você compra o chip no site deles, que vai chegar no seu endereço em até 5 dias. Depois de receber o chip, você volta ao site para escolher o plano que melhor atende as suas necessidades. O pagamento pode ser feito por cartão de crédito ou paypal.

Para comprar o seu chip, visite o site da Travel Mobile.

 

4 – E o wi-fi?

As redes de conexão sem fios, ou wi-fi, hoje são fáceis de encontrar praticamente no mundo todo. O wi-fi é o modo mais simples e prático de se conectar à internet.

Para usar o wi-fi, primeiro você vai ter que buscar uma conexão que esteja disponível na área onde você está. Procure pelo sinal de wi-fi na parte de configurações do seu dispositivo (smartphone, tablet, leitora de livros, notebook).

Você vai ver uma lista com as redes wi-fi que estão ativas naquela localidade. Escolha a que for mais apropriada. Pode ser que a conexão exija uma senha, o que a deixa mais segura. Mas também pode ser que o wi-fi seja público e não exija senha nenhuma, o que a faz ficar menos segura.

As redes de wi-fi podem oferecer acesso gratuito ou podem cobrar pelo acesso. É comum encontrar wi-fi grátis em hotéis, hostels, restaurantes, lojas e até em parques ou outras áreas públicas.

Hoje em dia é fácil encontrar wi-fi grátis. Mas prefira sempre as conexões seguras.
Hoje em dia é fácil encontrar wi-fi grátis. Mas prefira sempre as conexões seguras.

É tão comum encontrar wi-fi hoje em dia, que dá até pra viajar usando o wi-fi como a sua única forma de conexão. Por exemplo, em Nova York as cafeterias da Starbucks oferecem wi-fi grátis. E você encontra uma Starbucks praticamente em cada esquina da cidade.

Outras vantagens e desvantagens de usar wi-fi durante uma viagem:

  • Muitas vezes o wi-fi não tem custo nenhum. É o famoso free wifi que a gente vê por todo lado.
  • Dependendo da velocidade, dá pra checar emails e usar outros aplicativos como Whatsapp, Messenger, Facetime ou Skype, que você pode usar para conversar com alguém.

Mas…

  • As redes de wi-fi públicas costumam ter uma velocidade mais baixa, e ficam ainda mais lentas quando muitos usuários estão conectados ao mesmo tempo. Os wi-fi pagos costumam ser mais velozes.
  • Existe também um problema com a segurança dos seus dados. As redes de wi-fi públicas são mais vulneráveis a ataques de hackers. Dê preferência ao wi-fi com senha ou wi-fi paga.

Outra dica: Enquanto estiver conectado ao wi-fi, aproveite para salvar um mapa da área que você vai visitar usando o Google Maps no seu celular. Assim você terá um mapa para se orientar, mesmo se estiver off-line. Veja como fazer isso aqui.

 

8. Decida como vai levar o seu dinheiro

Antes de falar sobre como levar dinheiro em uma viagem internacional, a gente recomenda que você se familiarize com o IOF. A gente explica: o IOF é um imposto que incide sobre qualquer tipo de operação de crédito e câmbio. Sendo assim, quando você for viajar para o exterior, vai acabar pagando IOF da seguinte forma:

  • 1.1% é o valor do IOF cobrado na compra de moeda estrangeira em dinheiro vivo. Por exemplo, quando você comprar dólares, euros ou libras vai ter que pagar o IOF de 1.1% sobre o valor total na hora da compra.
  • 6.38% é o valor do IOF cobrado sobre as transações com cartões de crédito e débito e cartões pré-pagos. Isso vale para compras, saques e também recarregamento. Você vai ver a cobrança do IOF no seu extrato.

No caso dos cartões pré-pagos, como o Visa Travel Money, o IOF é cobrado na hora de carregar o cartão, baseado no valor total da transação.

Já no caso dos cartões de crédito e débito, a cobrança acontece na hora que você usar o cartão: por exemplo, quando você pagar a conta do restaurante, pagar por uma compra ou sacar dinheiro em um caixa automático.

Agora que você já está um pouco mais familiarizado com o IOF, veja quais as melhores formas de levar dinheiro em uma viagem internacional.

1 – Dinheiro em espécie

O dinheiro em espécie (cash, em inglês) passou a ser mais usado em viagens internacionais nos últimos anos, depois do aumento do IOF no cartão de crédito e no cartão pré-pago.

Uma das vantagens é que quase todo mundo aceita dinheiro vivo. Se você tiver problemas com algum cartão, dinheiro em espécie pode salvar a pátria. Mas lembre-se que o valor máximo permitido levar em dinheiro vivo em uma viagem para o exterior, sem ter que declarar à alfandega, é de R$ 10 mil por pessoa (ou o equivalente em moeda estrangeira).

O maior risco é perder o dinheiro ou ser roubado. Em caso de perda ou roubo do dinheiro, nem o seguro viagem vai ajudar. E mesmo que o roubo tenha ocorrido dentro de um hotel ou hostel, esses estabelecimentos não se responsabilizam pelos artigos pessoais dos hóspedes.

É sempre bom ter um pouco de dinheiro em espécie com você durante uma viagem internacional.
É sempre bom ter um pouco de dinheiro em espécie com você durante uma viagem internacional. Alguns lugares ainda não aceitam cartões de crédito.

Dicas para viajar com dinheiro em espécie:

  • Procure ter sempre dinheiro trocado. Guarde as moedas. Elas vão ser muito úteis, principalmente nos Estados Unidos.
  • Mantenha o dinheiro com você durante a viagem, mas não coloque tudo no mesmo lugar. Divida, colocando um pouco na carteira, nos bolsos, na bolsa, etc.
  • Trocar Reais por outra moeda no aeroporto ou no exterior vai sair mais caro por causa de taxas extras. O  melhor é comprar moeda estrangeira ainda no Brasil.
  • Pesquise as taxas cobradas pelos bancos antes de comprar moeda estrangeira. Muitas vezes o dólar pode sair mais caro nas casas de câmbio, comparando com o preço do dólar turismo vendido pelos bancos.
  • Um aplicativo muito útil para conversão de moedas é o XE Currency.

 

2 – Cartão pré-pago

Os cartões de débito pré-pagos são fáceis de usar e largamente aceitos pelo mundo afora. O mais conhecido é o Visa Travel Money. Mas qualquer que seja o cartão pré-pago que você adquirir, eles funcionam da mesma forma:

  • Primeiro você carrega o cartão com o montante que pretende gastar no exterior (em dólares americanos, libras esterlinas ou euros).
  • Daí você usa o cartão como se fosse um cartão de crédito. Você vai precisar entrar a sua senha (também chamada de pin) e o valor será debitado do cartão na mesma hora.
  • Você pode recarregar o cartão pré-pago a qualquer momento, o que pode ser feito online, transferindo fundos da sua conta corrente para o cartão.
  • Com o cartão pré-pago você também vai poder sacar dinheiro em caixas automáticos.
O cartão pré-pago da Visa Travel Money é uma das maneiras mais práticas e seguras de levar dinheiro em viagem internacional.
O cartão pré-pago da Visa Travel Money é uma das maneiras mais práticas e seguras de levar dinheiro em viagem internacional.

 

Vantagens do cartão pré-pago:

  • A recarga pode ser feita online, pelo website ou aplicativo da operadora, onde você pode acompanhar os seus gastos, recarregar, cancelar o cartão, etc.
  • Cartões pré-pagos não têm limite, como os cartões de crédito. Você pode recarregar com a quantia que quiser, além de ser mais seguro do que ficar carregando dinheiro vivo.
  • A conversão do câmbio é feita no momento da compra e carga do cartão ou no momento do recarregamento. Ou seja, você garante o valor da moeda estrangeira, ao contrário do cartão de crédito, que usa o valor cambial do dia do fechamento da fatura.

Desvantagens do cartão pré-pago:

  • Cartões pré-pagos também estão sujeitos à cobrança do IOF de 6.38%, que é cobrado integralmente no momento em que você carrega o cartão.

Independentemente do valor do IOF, o cartão pré-pago é uma das mais opções mais eficientes e seguras de levar dinheiro em uma viagem ao exterior. Os cartões pré-pagos acabaram substituindo os antigos cheques de viagem (traveler’s checks), devido a sua praticidade e segurança.

Mais dicas para viajar com cartão pré-pago:

  • Você pode comprar o seu cartão pré-pago em bancos ou em casas de câmbio. O Banco do Brasil e o Bradesco oferecem também o Visa Travel Money para clientes que tenham conta. Para saber mais detalhes sobre o VTM, visite o site do Visa Travel Money aqui.
  • Em caso de perda ou roubo, entre em contato com a operadora (por telefone ou chat online) e um novo cartão será emitido e enviado até você, mesmo que você esteja no exterior.
  • É bom lembrar que você vai pagar uma pequena taxa cada vez que recarrega o cartão pré-pago. Também existe uma taxa que é cobrada cada vez que você saca dinheiro no caixa eletrônico.

 

3 – Cartão de crédito internacional

O cartão de crédito ainda é a opção mais utilizada por quem viaja para o exterior. É difícil resistir à tentação de “comprar agora e pagar depois” e é preciso ter uma boa disciplina para resistir à tentação e também usar uma dose extra de auto-controle para não estourar o orçamento.

Vantagens do cartão de crédito em viagens:

  • Cartões de crédito são aceitos em quase todo lugar.
  • Bom para acumular milhas, se você for membro de algum plano de milhagem.
  • Cartões de crédito geralmente vêm com seguro, o que ajuda se for preciso cancelar alguma transação em caso de roubo ou perda do cartão.

Desvantagens do cartão de crédito em viagens:

  • Ao usar o cartão de crédito no exterior, você vai também estar sujeito a pagar o IOF de 6.38%.
  • Fique atento: A conversão do câmbio acontece na data do fechamento da fatura, e não do dia da compra. Isso pode ser vantajoso ou não, dependendo da flutuação da moeda estrangeira.
  • Evite sacar dinheiro no caixa eletrônico, pois você terá que pagar uma taxa extra por cada operação efetuada.

Dicas para usar o cartão de crédito no exterior: 

  • Antes de viajar, avise o banco ou operadora sobre a sua viagem e peça para liberarem o uso do cartão no exterior. Isso pode ser feito por telefone ou pelo site deles, dependendo do banco. Caso contrário, o banco pode achar as transações feitas no exterior um pouco suspeitas e poderá bloquear o seu cartão, pensando que você está sendo vítima de uma fraude.
  • Faça uma cópia dos cartões de crédito (e cartões pré-pagos) e guarde em um lugar seguro ou deixe com alguém em casa. Leve com você os números de telefone e os sites das operadoras para entrar em contato com eles, caso você tenha algum problema.

 

4 – E o cartão bancário de débito?

Embora esteja também sujeito ao IOF de 6.38%, o cartão bancário de débito pode ser um salvador da pátria quando se você precisar de dinheiro durante uma viagem.

Mas atenção. Nem todos os caixas eletrônicos aceitam cartões de débito. E alguns cobram uma taxa extra para sacar dinheiro (de $1.50 pra cima). Prefira sacar em caixas eletrônicos de bancos, que são mais seguros, e evite aqueles ATMs de lojinhas de conveniência.

Lembrete: é bom lembrar também que existe um limite no valor para uso diário do cartão de débito. Verifique com o seu banco antes de sair gastando por aí.

 

 

9. Providencie documentos e vistos

Esta dica parece inútil, mas acredite, isso acontece. Não esqueça de trazer todos os documentos necessários para a sua viagem, como por exemplo:

  • Carteira de Identidade (RG)
  • Carteira Nacional de Habilitação (CNH)
  • Permissão Internacional para Dirigir (PID)
  • Vistos de entrada nos países de destino
  • Certificado de vacina internacional

E aproveite para checar as validades do passaporte e dos vistos também.

Falando em vistos, veja como é o processo para conseguir o visto para os Estados Unidos na nossa página: Como Tirar o Visto Americano.

Também é bom ter com você as confirmações impressas e/ou no celular de todas as reservas de hospedagem, passagens aéreas, tickets de passeios, etc.

 

10. Aplicativos de viagem

Já não dá pra viajar sem estar acompanhado de um monte de aplicativos de viagem no nosso celular. Hoje em dia a gente usa aplicativos para tudo. Esses são alguns dos apps de viagem mais úteis que conhecemos e que vão facilitar a sua vida enquanto você estiver viajando:

1 – Melhor aplicativo para planejar e organizar uma viagem de 2018

Google Trips

Google Trips - Melhor App para Organizar uma ViagemO Google Trips é um bom aplicativo para planejar uma viagem com todos os detalhes e sem muito esforço. Se você usa o Gmail, os dados da sua viagem que estiverem em emails, como as reservas de hotéis, carros e restaurantes, são automaticamente organizados em uma espécie de agenda de viagem. Baseado nessas informações, o app oferece mapas, sugestões de restaurantes, atrativos locais e muito mais. Detalhe: o app do Google Trips também funciona offline, o que ajuda muito.

Download: Android | IOS

 

2 – Melhor aplicativo de reserva de hospedagem de 2018

Booking.com

Booking - Melhor App para Reservar HospedagemO Booking é o nosso app preferido para reservar acomodações. Ele oferece opções de hospedagem em hotéis, hostels e pousadas. Os preços são quase sempre os melhores do mercado. O Booking.com negocia pacotes promocionais e descontos diretamente com os hotéis, então é comum ver promoções exclusivas que você só vai encontrar no site deles.

Dica: Veja mais sobre como usar o Booking.com para reservar a sua hospedagem acima e como reservar um hostel aqui.

Download: Android | IOS

Veja aqui as ofertas de hospedagem do Booking.

 

3 – Melhor aplicativo para comprar passagens aéreas de 2018

Momondo

Momondo - Melhor App para Reservar Passagens AéreasO Momondo é um buscador de tarifas de passagens aéreas mais baratas. Ele busca vôos em vários sites e lhe informa onde as passagens estão mais em conta. As reservas podem ser feitas no seu próprio celular. Uma grande vantagem é que o Momondo mostra os preços das passagens também em datas alternativas, o que pode ajudar se você for flexível com as datas da sua viagem.

Download: Android | IOS

 

4 – Melhor aplicativo para organizar passeios e comprar ingressos de 2018

Viator

Viator - Melhor App para Passeios e IngressosO Viator é uma mão na roda quando o assunto é reservar passeios, tours, encontrar atividades e comprar ingressos para atrações e shows. Funciona bem em milhares de cidades pelo mundo afora, inclusive no Brasil. Uma função muito legal é o “Skip the Line”, quando o ingresso permite que você vá direto para a entrada, sem ter que pegar a fila para entrar naquele atrativo. Como o Viator pertence ao TripAdvisor, o app também mostra os reviews de outras pessoas que já usaram os produtos. Muito útil.

Download: Android | IOS

Você também pode fazer reservas de passeios, comprar ingressos, agendar traslados e muito mais na página do Viator.

 

5 – Melhores aplicativos de entretenimento durante uma viagem de 2018

Spotify

Spotify - Melhor App de Entretenimento em ViagensAcho que o Spotify dispensa apresentações. Quase todo mundo que eu conheço já usa. É um aplicativo de música digital com um catálogo que parece infinito de tão grande. A versão gratuita funciona bem, mesmo que você tenha que ouvir um comercial ou outro de vez em quando. Eu uso o Spotify e o Pandora e gosto muito dos dois.

Download: Android | IOS

 

Kindle

Kindle - Melhor App de Entretenimento em ViagensO Kindle app é o aplicativo da Amazon que permite que você leia livros no celular ou no tablet. Isso é bom para quem não tem um Kindle (o leitor de livros eletrônico da Amazon) ou não quer trazer o seu na viagem.

Download: Android | IOS

 

6 – Melhor aplicativo de conversão de moedas de 2018

XE Currency

XE Currency - Melhor App de Conversão de MoedasO XE Currency é provavelmente o aplicativo mais utilizado no mundo para converter moedas. Muito útil em viagens internacionais, o XE Currency salva as últimas taxas de conversão que foram pesquisadas, o que permite o acesso a elas offline, ou seja, mesmo que você não esteja conectado à internet.

Download: Android | IOS

 

7 – Melhor aplicativo de mapas de 2018

Google maps

Google Maps - Melhor App de Mapas e NavegaçãoO Google Maps é um dos aplicativos mais usados no mundo. O que ele faz é encontrar endereços e dar direções de como chegar em qualquer lugar. O app funciona também como um GPS. Ele mostra a distância entre dois ou mais pontos e dá instruções sobre o trajeto entre um e outro, por carro ou usando transporte público. Uma boa dica é fazer o download de mapas para o seu celular ou tablet para usar offline. Não deixe de baixar o Google Maps, se é que você ainda não tem.

Download: Android | IOS

 

8 – Melhor aplicativo de navegação (GPS) de 2018

Waze

Waze - Melhor App de Mapas e NavegaçãoMuito usado no mundo inteiro e bastante popular no Brasil, o Waze é um aplicativo de navegação e trânsito que funciona muito bem. Os usuários do Waze podem compartilhar dicas sobre o trânsito local em tempo real, o que faz com que as instruções dadas pelo aplicativo sejam bem precisas.

Download: Android | IOS

 

9 – Melhor aplicativo de tradução de 2018

Google tradutor

Google Tradutor - Melhor App para TraduçãoEste é mais um dos apps muito úteis criados pelo Google. É uma mão na roda pra todo mundo que viaja para o exterior e não fala a língua local. Não tenha vergonha de usar o aplicativo em terras estrangeiras. Muita gente usa e muitas vezes é um verdadeiro salva-vidas. O Google Tradutor traduz qualquer coisa em várias línguas, além de dar a pronúncia correta. Isso tudo sem cobrar nada.

Dica: Para ajudar um pouco no seu inglês enquanto você viaja, dê uma olhada também nos nossos posts: Inglês Para Viagem e A Linguagem do Hostel.

Download: Android | IOS

 

10 – Melhores aplicativos de reviews de 2018

TripAdvisor

TripAdvisor - Melhor App de ReviewsO TripAdvisor não podia ficar fora da nossa lista de melhores apps de viagem. Ele é útil para ver o que outros viajantes têm a dizer sobre… bem, tudo: hotéis, restaurantes, bares, atrações turísticas e tudo mais que a gente possa precisar durante uma viagem. O que eu não gosto muito no TripAdvisor é o fato de que as avaliações (ou reviews) nem sempre são verificadas. Ou seja, qualquer pessoa pode postar um review, mesmo que não tenha usado o serviço que está sendo avaliado. Mesmo assim, o TripAdvisor tem muita dica boa e vale a pena pesquisar nele.

Download: Android | IOS

Veja como funcionam os reviews no site do TripAdvisor aqui.

 

Yelp

Yelp - Melhor App de Reviews e para Fazer Reservas em RestauranteO Yelp é outro aplicativo onde você ver reviews de serviços. Com ele é possível encontrar de tudo, desde salões de cabeleireiros a consultórios médicos. Mas o forte do Yelp são os restaurantes, embora na maioria das vezes não seja possível fazer reservas. Eu costumo dar uma olhada no Yelp primeiro para escolher o restaurante (vale a pena ler as avaliações e ver as fotos) e depois ligo para fazer a reserva, se for o caso.

Download: Android | IOS

 

11 – Melhor aplicativo de previsão do tempo de 2018

Accuweather

Accuweather - Melhor App para Previsão do TempoPara mim, o mais importante em um aplicativo de previsão do tempo é que ele seja preciso. Não sei se é só impressão minha, mas o Accuweather parece ser mais preciso que outros que já usei. Outra coisa legal nesse app é que os usuários podem contribuir informando como está o tempo no local onde eles estão, e em tempo real.

Download: Android | IOS

 

12 – Melhor app para rastrear vôos em 2018

Flightaware

Flightaware - Melhor App para Rastreamento de VôosO Flightaware informa o status de qualquer vôo. Ele lhe dá os horários confirmados de embarque, tempo de vôo e previsão de pouso, além de rastrear e informar sobre atrasos, mudanças de portão de embarque, atrasos e cancelamentos. Muito útil.

Download: Android | IOS

 

13 – Melhor aplicativo de transporte público de 2018

Moovit

Moovit - Melhor App de Transporte PublicoCom mais de 100 milhões de usuários, o Moovit é um dos melhores apps de deslocamento urbano que já vi. Funciona em mais de 1800 cidades de 79 países, inclusive do Brasil. O app mostra as opções de transporte público entre um ponto e outro da cidade, incluindo o status de cada um (atrasos, quanto tempo de espera, etc). Mostra metrô, ônibus e trens. O Moovit foi o aplicativo de transporte urbano oficial dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016. Muito prático e confiável.

Download: Android | IOS

 

14 – Melhor aplicativo para se conectar e fazer ligações de 2018

WhatsApp

Whatsapp - Melhor App para Fazer LigaçõesAcho que do Whatsapp não tem o que falar. O famoso aplicativo de mensagens faz também ligações gratuitas via wi-fi e praticamente substituiu a ligação telefônica, principalmente durante viagens internacionais. Se você ainda não tem no seu smartphone, está passando da hora de baixar.

Dica: Aprenda mais sobre como se conectar e fazer ligações enquanto estiver viajando.

Download: Android | IOS

 

Outros aplicativos muito úteis em viagens

Seatguru

Seatguru - Melhor App para Checar Assentos em VôosO SeatGuru, que pertence ao TripAdvisor, é um aplicativo que mostra os mapas das poltronas dentro de aviões de vôos comerciais para você ter uma idéia de como é a distribuição e a localização dos assentos. Também é possível ver as avaliações de outros passageiros para ajudar na escolha da poltrona ideal. Recentemente os reviews do Seatguru não têm sido muito positivos, com muitos usuários reclamando da falta de precisão do app. Uma pena, mas ainda quebra um galho.

Download: Android | IOS

 

Primeiros Socorros

Dráuzio Varella - Melhor App de Primeiros SocorrosUm bom aplicativo de primeiros socorros que me indicaram recentemente é o app do Dr. Dráuzio Varella. Tem tudo explicado passo a passo, com muitas fotos e vídeos. Vale conferir.

Download: Android | IOS

 

Conversor de Unidades

Conversor de Unidades - Melhor App para Conversão de UnidadesPara quem tem celulares e tablets com sistema Android, o Conversor de Unidades também é uma boa opção para converter unidades de medidas.

Download: Android

 

Instabridge

Instabridge - Melhor App para Encontrar WifiO Instabridge é um aplicativo que encontra o sinal de wi-fi mais próximo de você e ainda vem com a senha. Fácil né? O problema é que as redes e as senhas mudam toda hora e fica difícil encontrar um app que esteja sempre atualizado.

Download: Android | IOS

 

11. Se o problema for o Inglês…

Quer viajar para o exterior e não fala inglês? Não deixe que isso o desanime. Use o famoso jeitinho brasileiro: faça gestos e caretas, misture um pouco de “portunhol” e aprenda algumas frases básicas no nosso guia rápido de inglês para viagens, que você encontra aqui: Inglês Para Viagem: As Frases Mais Úteis.

E esse é um outro post que ajuda com o inglês que você vai encontrar especificamente em hotéis e hostels: A Linguagem Do Hostel: Como É Que Se Fala?

 

12 – Tem dicas? Conta pra gente!

Você sabe daquela dica especial de viagem pra compartilhar com a gente? Tem alguma pergunta? Use a nossa seção de comentários abaixo e ajude alguém a realizar o seu sonho!

Faça parte da nossa comunidade! Junte-se a nós nas redes sociais. Visite as nossas páginas e troque idéias com outras pessoas que também curtem viajar bastante e se divertir muito:

Boa Viagem!

Vai viajar?

Use o nosso
CHECKLIST DE VIAGEM

Inscreva-se para receber as nossas DICAS DE VIAGEM no seu email. BÔNUS: Ao se inscrever, nós lhe enviaremos grátis o nosso CHECKLIST DE VIAGEM pra você não se esquecer de nada na hora de fazer as malas.

Alguma coisa aqui não está certa. Por favor tente de novo.

Nada de spam! Política de Privacidade