Pergunta certa na cabeça de quem está pensando em ficar hospedado em um hostel pela primeira vez: Hostels são seguros? Apesar de baratear o custo da viagem, compartilhar o quarto com estranhos pode deixar o viajante menos experiente um pouco preocupado. Neste post nós vamos explicar tudo o que você precisa saber sobre segurança em hostels. Continue lendo.

Hostels são seguros?

Apesar de serem ambientes descontraídos, sem muitas regras, hostels podem ser considerados seguros. Os donos dos hostels muitas vezes são pessoas acostumadas a viajar pelo mundo, mochileiros de carteirinha, que entendem bem as preocupações dos hóspedes. Eles sabem que qualquer incidente pode acabar em reclamações nas redes sociais ou em reviews não muito agradáveis, o que pode afastar os turistas. Portanto, a segurança em um hostel precisa ser levada a sério.

A maioria dos hostels têm recepção aberta 24 horas por dia, o que pelo menos garante a presença de um funcionário do hostel o tempo todo, inclusive à noite. Muitos hostels têm também câmeras de segurança espalhadas pela propriedade.

Outro item comum em quase todos os hostels são os “lockers”, ou armários, que são usados pelos hóspedes para guardar as malas e objetos de valor.

A gente até se arrisca a dizer que ficar em um hostel pode ser tão seguro quanto ficar em um hotel. Falta de segurança é um dos mitos mais comuns sobre os hostels (veja outros mitos aqui). Mesmo assim, é importante se prevenir sempre. Neste post nós vamos dar as nossas recomendações para você ter uma estada mais segura em um hostel.

Dicas de segurança em hostels

Não importa se você vai se hospedar em um hostel ou em um resort. Não importa se você está em um país considerado desenvolvido ou em uma ilha isolada. Na nossa experiência, pequenos furtos, coisinhas que desaparecem, carteiras que são levadas sem a gente ver, essas coisas podem acontecer em qualquer lugar e a qualquer hora. Melhor ficar de olho.

Veja aqui as nossas dicas de segurança em hostels:

1 – Pesquise e veja os reviews antes de reservar

Em todos os sites de reserva de hostels você vai encontrar os reviews, que são as avaliações feitas pelos hóspedes que já se hospedaram naquele hostel. Leia os comentários para ver se algum hóspede teve algum tipo de problema com o hostel. Um dos melhores sites para ver reviews de hostels e hotéis é o Booking.com.

Enquanto estiver pesquisando, preste atenção também na avaliação da localização do hostel. Em que área da cidade ele fica? Se o hostel fica mais afastado do centro, será que você vai ter algum problema ao voltar de noite? Existe transporte público disponível? Dá pra chamar um Uber ou pegar um táxi se for preciso? Uma boa dica é sair acompanhado de outros hóspedes do hostel.

Escolha sempre um hostel que esteja bem avaliado no aspecto da segurança e que estejam localizados em áreas seguras da cidade. Visite a nossa página de reviews, onde nós recomendamos os melhores hostels das cidades mais procuradas pelos brasileiros. A segurança do hostel é um dos aspectos que nós levamos mais em conta na hora de fazer uma avaliação.

Veja mais sobre como escolher um bom hostel nesse post.

2 – Use os lockers

Lockers são aqueles armários que servem pra você guardar as suas coisas. Todo hostel tem. Se não tem, é porque o hostel não leva a sério a segurança dos pertences dos seus hóspedes. Melhor escolher outro hostel pra ficar.

Os lockers podem ser pequeninos, só para as coisas de valor, como passaporte, câmera, etc. Mas também podem ser gigantes, pra você colocar dentro as suas malas ou um mochilão.

Em geral os lockers são gratuitos e você precisa trazer o seu próprio cadeado. Esses são os lockers que ficam dentro do quarto.

Alguns hostels possuem lockers para você guardar as malas após o seu check-out (ou antes de fazer o check-in), enquanto não dá a hora de pegar o transfer para o aeroporto. Talvez você tenha que pagar por esses lockers, algo em torno de $5 por dia. Mas a maioria dos hostels nem cobram para guardar as malas.

Faça uso dos lockers. Mesmo que você esteja em um quarto privativo. É uma segurança a mais para você e para as suas coisas.

Lockers eletrônicos servem para guardar as malas durante a estadia no hostel.
Lockers eletrônicos servem para guardar as malas durante a estadia no hostel.

3 – Traga (e use) um cadeado

Traga um cadeado com você. Pode ser que você precise dele para trancar os lockers, como falamos na dica anterior. Alguns hostels alugam ou vendem cadeados. Mas é melhor você se prevenir e trazer o seu, principalmente se for fazer o check-in tarde da noite, quando vai ser difícil encontrar uma lojinha aberta na região.

Também é bom trancar a mala ou a mochila com um cadeado. Está certo que cadeados ou seguros de mala são fáceis de romper e a mochila pode ser cortada com um canivete, mas pelo menos você estará dificultando as coisas para o mal intencionado que ousar tentar roubar alguma coisa.

Ultimamente eu tenho visto muita gente viajando com uma bolsinha que é, na verdade, uma espécie de cofre portátil. São muito úteis e resistentes. Você pode usar quando viajar, no avião, no quarto do hostel, ou até na piscina, deixando tudo amarrado e trancado enquanto você sai pra nadar. Pacsafe fabrica esses cofres portáteis e também protetores de mochila que são bem úteis. Você pode comprar pela Amazon.

Confira: No nosso post O Que Levar Para Um Hostel, nós falamos sobre tudo o que você precisa trazer com você quando for se hospedar em um hostel.

4 – Prefira um quarto privativo

Em hostels, é comum encontrar quartos compartilhados por 2, 4, 6, 8 ou até 10 ou mais hóspedes. Esses quartos são mais baratos, mas também são os que apresentam mais riscos, em termos de segurança.

Ficar em um quarto privativo em um hostel é com certeza uma opção mais segura. Mas também a mais cara.

Quartos compartilhados costumam ser exclusivamente femininos ou masculinos. Mas há hostels que oferecem dormitórios mistos, onde homens e mulheres compartilham o mesmo quarto. A nossa sugestão para as mulheres, principalmente para as que estão viajando sozinhas, é dar preferência por um quarto exclusivamente feminino. Melhor ainda: prefira um quarto privativo.



Booking.com

5 – Evite a ostentação

Quem já viajou para um país desenvolvido sabe como é bom poder andar na rua sem ter medo de usar o celular, a câmera, o laptop, o tablet, o relógio que só ficava guardado na gaveta, as bijouterias. É um alívio poder usar o que a gente tem sem ter que se preocupar com assaltos.

Curta esse momento, mas com bom senso. Evite mostrar pra todo  mundo o que você anda carregando na mochila. Tudo para não ficar chamando a atenção para você. Você não vai querer virar alvo de nenhuma pessoa mal intencionada.

Eu conheci mochileiros que pregavam pedaços de fita adesiva na capa do notebook ou no canto do celular pra dar uma aparência de usado e desencorajar os espertinhos. Parece um pouco excessivo. Mas se você acha que todo cuidado é pouco, fica a dica.

Lembre-se que a ocasião faz o ladrão. Em qualquer lugar do mundo vai sempre haver alguém esperando por uma oportunidade para levar vantagem de alguma forma. Guarde tudo direitinho e não deixe nada dando sopa.

6 – Distribua os valores

Esta também é uma daquelas dicas que se aplicam em qualquer situação. Evite deixar todos os valores em um só lugar. Explicando: se você deixar todo o seu dinheiro, cartões de crédito, passaporte, etc, em uma mochila, por exemplo, e a sua mochila for roubada, vai tudo embora de uma só vez.

A nossa dica é: distribua os valores. Não deixe tudo em uma só bolsa ou mala. E se você estiver viajando com alguém de confiança, divida os valores entre vocês.

Se você é daqueles que gostam de andar com tudo o tempo todo (todo o dinheiro, todos os cartões, todos os documentos, etc), então a nossa sugestão é que pelo menos compre uma daquelas pochetes de viagem pra esconder o seu dinheiro. Mas também pense em deixar pelo menos um cartão de crédito ou débito no locker do hostel ou no cofre do hotel. Assim, se acontecer de você perder o dinheiro ou ser assaltado, o cartão que você separou pode salvar a pátria.

Quer ver as nossas dicas sobre como levar dinheiro em viagens internacionais? Dê uma olhada nesse nosso post.

7 – Não confie no seu novo amigo logo de cara

Uma das vantagens de se hospedar em um  hostel é que você vai ter chance de conhecer gente do mundo inteiro e fazer muitas amizades novas. Fica aqui um conselho de pai e mãe: não confie em estranhos.

Embora esse conselho seja bom, também não é pra tanto. O que a gente prega aqui é o uso do bom senso. Curta as novas companhias, divirta-se bastante, mas tenha cautela. Lembre-se que no mundo há muita gente disposta a levar vantagem em tudo. Esses espertinhos sabem fazer amizades como ninguém e ficam esperando por um descuido seu para levar alguma coisa sua.

Siga as nossas dicas de segurança acima, mantenha a sua privacidade ao máximo e evite comentar tudo da sua vida com pessoas que você acabou de conhecer.

8 – Divertir sim, mas de olho na bebida

Todo mundo sabe que beber além da conta pode trazer um milhão de inconvenientes. Pra quem viaja pra um lugar estranho, então, nem se fala. Se você está viajando e quer curtir uma balada, tudo bem, mas beba com moderação.

Pessoas alcoolizadas são alvos mais atraentes (e mais fáceis) para os mal intencionados. Quem nunca ouviu falar de algum caso em que alguém oferece uma bebida em um bar e a vítima acorda horas depois sem um centavo no bolso? Ou coisa pior… É muito mais difícil para uma pessoa alcoolizada se defender ou pensar claramente em uma situação de stress.

Portanto, não perca a conta dos drinks e não aceite bebida de estranhos. Se possível, tenha alguém de confiança por perto, de preferência que não beba.

Generic 50 728x90

9 – Faça uma cópia dos seus documentos

Essa é uma dica para qualquer viajante. Faça uma cópia de todos os documentos que você levar para a sua viagem. Isso vai facilitar muito a sua vida se você perder os documentos ou for roubado. Faça uma cópia do passaporte, carta de motorista, identidade, e qualquer outro documento importante.

Faça cópia também das confirmações de reservas de acomodações, passagens aéreas, tickets de passeios e shows, apólice do seguro viagem. Guarde tudo em um local separado dos originais. Por exemplo, se você colocar tudo em um locker, coloque as cópias dentro da mochila trancada. Ou então deixe as cópias com algum companheiro de viagem ou até mesmo com alguém em casa.

Tirar fotos dos documentos também pode ser uma opção, mas é bom tomar medidas extras de segurança para evitar que o seu celular ou tablet sejam bisbilhotados.

É bom ter também uma cópia dos cartões de crédito e bancários, junto com o telefone de contato dos bancos, para o caso de uma emergência. Deixe as cópias em um lugar seguro ou com alguém de confiança.

Pegando carona nessa dica, coloque também os seus dados (nome, endereço e telefone) dentro de todas as suas malas e mochilas. Escreva em um pedaço de papel ou use uma etiqueta de bagagem. Isso pode ajudar em caso de roubo ou extravio das malas.

Outras dicas de segurança em viagem

  • Se você não se sentir confortável em um hostel com alguma situação ou algum hóspede, converse com o funcionário do front desk. Na dúvida, troque de quarto ou até de hostel.
  • Procure sair em grupo para as baladas, passeios e tours.
  • Se a viagem é internacional, tenha com você a informação de contato da embaixada brasileira mais próxima.
  • Não viaje sem um seguro viagem. Ele pode lhe dar algumas garantias se alguma coisa der errado durante a viagem. Veja mais sobre seguro viagem nesse post: Tudo Sobre Seguro Viagem.

Quer saber mais sobre como é ficar em hostels? Veja tudo sobre hostels no nosso post O Que É Um Hostel?

E você? Tem alguma dica especial sobre segurança em hostels ou em viagens em geral? Ajude outros viajantes como você, deixe o seu comentário abaixo.

Vai viajar?

Use o nosso
CHECKLIST DE VIAGEM

Inscreva-se para receber as nossas DICAS DE VIAGEM no seu email semanalmente. BÔNUS: Ao se inscrever, nós lhe enviaremos grátis o nosso CHECKLIST DE VIAGEM pra você não se esquecer de nada na hora de fazer as malas.

Alguma coisa aqui não está certa. Por favor tente de novo.